O CLM Modern e o Standard
07/02/2018 10:00 / 5,233 visualizações / 17 comentários

 

Em um fim de semana de muito Magic tivemos a Grande Final do Circuito Ligamagic e hoje quero falar sobre as finais Modern e Standard (teremos outros artigos falando das outras finais!).

 

Começando pelo Standard, ainda não tínhamos um grande evento IRL para falar sobre o metagame após os banimentos, o Magic Online era a única fonte, então esperava algumas boas novidades, até porque 140 jogadores é uma bela amostragem.

 

O metagame foi composto em sua maioria por Grixis (20), Mardu (14), RDW (12), UW Approach (9) e UB Control (9). Colocando em arquétipos, temos Red Based decks (36), Grixis (20) e Ux Control (18), mostrando um ambiente bem focado nessas três estratégias. Esse tipo de ambiente pode ser visto como pedra-papel-tesoura porque red based entra como estratégia base, Grixis como algo maior, Ux Control como maior que o Grixis e por fim, red based vindo por baixo e vencendo o Ux Control.

 

Você pode ver o metagame completo do CLM10 aqui. 

 

Apesar desse ambiente, os controles não conseguiram chegar ao top8, perdendo em várias bubble matchs. E tivemos um invasor que veio por fora e colocou dois representantes no top4, o GPG.

 

Jogador

Allison Abe

Visitas

6746

Código Fórum

[deck=797400]

 

Visitas

7070

Código Fórum

[deck=797581]

 

A grande diferença dessas listas é que ao invés de focar em combar, trazendo a Dadiva do Farao-Deus​ turno 4, elas usam Portao para o Alem​, que versus Mono Red é infinitamente melhor, ja que te ajuda em uma partida cheia de trocas. As semelhanças acabam ai, já que a lista do Alessandro é um UW cheio de techs e a lista do Alisson é um midrange forte que usa O Deus Escaravelho​, algo que eu gosto muito, deixando o deck bem menos dependente da Dádiva.

 

Sobre o campeão, João Raphael:

 

Visitas

8849

Código Fórum

[deck=797689]

 

João falou em entrevista após a partida que o fator experiência contou muito na escolha do deck, já que ele jogava de Mardu desde o lançamento de Kaladesh, Sua lista é o padrão que vemos nesse arquétipo, com exceção de Golpe Relampejante​, normalmente esse slot é de Abrasao​, mas João queria mais alcance e essa carta consegue tanto cumprir essa função, quanto a de remoção.

 

O side do João é a grande vantagem dessa lista, mais focado em Vermelho e Branco, ele consegue transformar o deck em um midrange poderoso e inclusive ter uma ótima partida contra outros red based decks, graças à combinação de Autoridade dos Consules​ e Assentar nos Destrocos​.

 

Confira aqui todas as listas do top8 do CLM10.

 

-

O que esse CLM nos diz sobre o Standard nacional é que, apesar de termos tier definidos (Grixis, Controles e Red Based), ainda temos uma boa diversidade de baralhos e os jogadores ainda estão explorando esse novo formato, tanto que, decks como Temur, tiveram seus representantes, em builds completamente únicas. Lembrando que estamos em temporada de PPTQs Standard, então o formato ainda vai se desenvolver dentro das lojas.

 

 

Modern

 

O grande ponto desse evento era o quanto ele seria influenciado pelo Pro Tour, que teve uma grande quantidade de Humans, Burn e Affinity. O resultado foi que o CLM manteve sua tradição, é muito comum nesse torneios os jogadores manterem sua escolha das etapas classificatórias, e como o sandoiche_13 havia apontado em seu artigo, EldraTron e Valakut foram os decks que mais classificaram jogadores para a Grande Final.

 

Nesse CLM10 tivemos EldraTron (15), RG Valakut (14), Affinity (10) e Grixis Death's Shadow (10) como os mais jogados, e confesso que Affinity e Grixis estarem entre os mais jogados me surpreendeu bastante. Affinity nem sempre é comum entre os classificados pela força dos hates em um top8 que todos conhecem os decks previamente, então nem sempre os pilotos de Affinity podem usar sua principal arma para chegar à Grande Final, mas o Pro Tour pode ter dado à esses jogadores a confiança necessária para colocarem seus robês de volta no shield. O Grixis normalmente é uma escolha de um perfil específico de jogador, que procura um deck de muitas interações e que ele possa usar sua habilidade em diversas situações. O deck caiu com o apogeu do Humans, mas para quem não apostava em um CLM tão cheio da nova tribo, ainda poderia ser uma boa escolha.

 

O Top8 foi uma bela selva, RG Valakut, BW Eldrazi Taxes, Monowhite Taxes, Elfos!, Burn, Affinity, Counter Company e Zoo Revolt fizeram ótimos resultados nesse evento de 191 jogadores, subindo com resultados superiores a 6-1-1, mostrando que sim, foi difícil chegar ao top8.

 

Confira aqui as listas do top8 Modern. 

 

Conversando com alguns jogadores foi notável que eles escolheram seus deck muito mais baseados em sua experiência e não necessariamente em metagame. Cada um masterizou sua estratégia ao máximo, vindo jogar com as 75 que achava ideal.

 

eldrazi texas - Modern
2018-02-02

Visitas

5341

Código Fórum

[deck=797491]

 

A lista do Marcelo Henrique, vice-campeão, é uma boa amostra do que falei, jogador antigo do Magic, ele jogou o máximo possível com essa estratégia, até chegar ao ponto que lhe agradava. Deslocador Eldrazi é a grande estrela aqui, potencializando todo o baralho, tanto que, boa parte das vitórias do Marcelo na câmera do CLM foram com ele lockando a mão do adversário, escolhendo o que poderia ficar, sempre baseado em Frasco do Eter e o mana sinc do Eldrazi.


RG Valakut - Modern
2018-02-02

Visitas

14958

Código Fórum

[deck=797242]

 

Por mais que o Matheus vá escrever um report detalhado sobre o deck, eu também tenho minhas considerações sobre essa lista. Faz um bom tempo que ele deixou o Ad Nauseam de lado para entrar na estratégia RG, muito pelo metagame, cheio de Grixis, mas também por influência de jogadores mais próximos. Essa lista, sem Hora da Promessa, mas com mais componentes de midrange, focando assim menos em combar, mas atacando melhor o metagame, um exemplo disso é o split Furia dos Deuses/ Sois Escaldantes, procurando fugir do Mago Interferidor. O side é o que mais gosto, cheio de bombas de midranges, ele usa Rastreador Incansavel, que é absurdo nesse baralho quando ele joga contra qualquer match grind, deixando sempre o adversário para trás em card advantage, e nada me agrada mais do que um bom plano alternativo.

 

-

Mias uma vez o Modern, principalmente do do CLM, se mostra um formato mais sobre preparar seu melhor tiro, do que ler um metagame e atacá-lo. Jogadores que participaram de todas as etapas com a mesma estratégia são beneficiados na Grande Final, no máximo com alguma mudança pensando em grandes mudanças no ambiente, mas no geral, focando no que você faz de melhor.

 

Por fim, você pode assistir aos jogos da Final Modern e da Final Standard no nosso canal, www.twitch.tv/ligamagic

 

Até mais!

 

 

 


Rudá Andrade dos Reis (VIP STAFF Ruda)
Aficionado por decks azuis agressivos, mas que não dispensa um bom Siege Rhino nas horas vagas, está no Magic desde 2003, em Flagelo. Em 2012 começou escrever sobre Magic e não parou mais, sendo que em 2015 se tornou Editor da Ligamagic.
Redes Sociais: Facebook, Twitter
LigaMagic App

ARTIGOS RELACIONADOS

Top8 Pauper no CLM10

As listas do segundo dia de eventos no CLM.


Adivinha quem tá de volta na praça?

A nova banlist Modern.


Em Chamas! - Top4 no CLM

Report do top4 do CLM Standard.


Report Campeão do CLM Modern

A vitória do RG Valakut.


Cachorros e Goyfs para o CLM10

Modern e Standard

MTG Cards



Comentários

Ops! Você precisa estar logado para postar comentários.

mateusf34 (08/02/2018 20:32:57)

Aposto que não vai ter essa coisa ridícula no próxima edição hehehe =) A pessoa pode botar até o nome que quiser, mas quando for postarem metagame, que a organização mude o nome! Simples! Aí os engraçados que querem botar o nome que quiser, bota de boa, mas não vai ser publicado! Ou tu acha que a liga vai botar um possível campeão do CLM com o deck "100% jesus" na capa do site? hahaha Eu fui olhar o meta modern, tinha 3 tron registrados, quando fui contar, tinha 10!

The_Offspring (08/02/2018 19:39:31)

Como se "nome diferente" fosse só no top8, né?

Kram (08/02/2018 17:48:31)

Afff sem comentários

jspaulodse (08/02/2018 14:43:00)

Vai ter nome diferente sim! Se não gostou joga o top 8!

STANDARD dial0g (08/02/2018 08:02:04)

Sim, concordo.
Uma prioridade para a próxima final será resolver esta parte.. O objetivo é sempre evoluir =)

The_Offspring (07/02/2018 21:53:31)

O evento foi muito bom, e os nomes dos decks foi responsabilidade dos jogadores, não da Liga..
O único problema é que postar o meta, analisar, e o artigo que resulta da análise, perdem o propósito.
Mas foi um ótimo evento.

mateusf34 (07/02/2018 19:25:00)

Parabéns aos organizadores! Tirando essa parada dos nomes dos decks, que acho uma coisa ridícula, foi tudo muito bom!

Kram (07/02/2018 18:41:52)

Foi muito legal realmente, e concordo com essa questão de nome de decks, beira o ridículo os nomes.

STANDARD dial0g (07/02/2018 18:22:06)

O próprio jogador se inscreve e precisa selecionar o nome do deck de uma lista.
O problema é que alguns jogadores utilizaram decks que já possuiam, a neste caso, puxou o nome que foi digitado.
Iremos melhorar =o)

The_Offspring (07/02/2018 17:37:22)

Pois é... Acho que os jogadores que registraram no site.

The_Offspring (07/02/2018 17:35:54)

UW Cycling não é deck, né?
Ainda mais num ambiente de Hazoret vs Scarab God.

meota (07/02/2018 15:44:45)

estranhei n ter nenhum UW cycling no campeonato

VIP STAFF Teddy_Bear_X (07/02/2018 14:17:33)

Tem uma pessoa que registra os decks manualmente, não tem?

É só ignorar o nome que o jogador deu e registrar com o que ele de fato é.

HHHH (07/02/2018 14:11:00)

Apesar de todas as limitações e problemas que ocorreram no CLM quero parabenizar toda a equipe do evento (deu para perceber que foi bastante cansativo) e ao patrocinadores também por realizarem um evento desse porte e com transmissão ao vivo! Assisti o máximo que eu pude tanto no sábado quanto no domingo e foi um ótimo final de semana de Magic para mim. Foram vários jogos e jogadas legais, especialmente dos jogadores do Legacy, que deram uma aula de Magic. No mais espero que o CLM continue evoluindo e que o Magic brasileiro cresça cada vez mais. Valeu!

STANDARD dial0g (07/02/2018 12:01:17)

Infelizmente alguns nomes de decks atrapalharam no calculo.
Iremos melhorar isso para a próxima final.

Stromgald (07/02/2018 10:45:47)

É EXATAMENTE isso! Tem uns nomes doidos de decks que não dão a noção do que o cara tá jogando. Se é "Grixis do Pai" até que você tem uma ideia do que possa ser, mas tinha um lá que se chama "100% Jesus". Aí não dá, né?

No mais, parabéns à todos no evento. Foi muito bom mesmo!

The_Offspring (07/02/2018 10:14:39)

Só levo o meta game do CLM a sério quando vcs arrumarem a porcentagem dos decks.
Não adianta nada falar que tivemos 20 grixis, se tem 1 grixis do pai, 1 grixis da Augusta, 1 grixis da idiotice, 1 grixis do nome comedinha...
Já tem quase 25, 30 grixis.
No mais o top16 do T2 foi basicamente Hazoret ou Scarab God.